domingo, setembro 02, 2007


Estive pensando na beleza, e em tudo o que somos capazes de fazer para alcançá-la.
Antigamente, quando alguém era bonito era e pronto.
O máximo que se fazia era uma boa maquiagem e vestir-se dentro dos padrões da moda (isso sempre existiu).
Hoje não. O poder de compra estendeu-se de tal forma que até nariz novo temos a possibilidade de comprar. O mesmo vale para seios, glúteos e orelhas!
Academia de ginástica tornou-se um investimento rentável. Milhões de corpos lutando para alcançar um espaço no mundo (da beleza, é claro). É por isso que o número de clínicas de estética é proporcional ao de academias de ginástica.
Mas será que todo mundo pensa assim?
E o que está por dentro? Não vale nada?

A beleza, dentro dos moldes do Capitalismo, é tão personificada quanto superficial.
Eu quero que o Capitalismo dite a moda da interiorização.
Que possamos aprender a enxergar a beleza não-óbvia. Aquela que clínica de estética nenhuma pode mudar. A que toma formas na liberdade de expressão, e de pensamentos.
E valoriza as diferenças.
Eu quero que beleza signifique mais do que “Coisa bela, muito agradável ou muito gostosa”, como diz o Aurélio.
E eu possa, enfim, sentir-me plenamente feliz quando alguém disser “ Nossa, como você é bonita!”

4 comentários:

Marcelo disse...

Penso eu que essa beleza interior já está sendo bem valorizada...
Imagina você, em uma balada, ao lado de um cara lindo porém vazio.
Você sentada com ele ao redor de uma mesa faz uma citação freudiana ao ver um casal dançando voluptuosamente e o cara te olha ( com aquele rosto lindo) e diz: Hã?!

Tenho certeza de que você pegaria o primeiro táxi para casa...

Não adianta muito ser belo caso exista um vácuo em sua cabeça.

E essa beleza existe também nos pequenos gestos, na honestidade, na seriedade e na boa índole.

Eu não teria a menor paciência para namorar uma mulher deslumbrante porém vazia.
Já fiz isso uma vez, e sei do que falo...

Beijos, menina bela por dentro e por fora.

bruna disse...

A busca pelo "corpo perfeito" se tornou uma obssessão!
É difícil, nos dias de hoje, não cair em tentação e acabar ficando deprimida por não fazer parte do mundo (da beleza).
Porém esses são momentos passageiros...
Sou muito feliz por saber valorizar o que realmente é belo e importante nesse mundo: o caráter!!

bruna disse...

p.s.:adorei a nova roupagem do blogger!!!

pra finalizar:
amo vc!

Um Gauche disse...

Muito tempo que não passo aqui...
Você escreve super bem,e eu gosto das coisas que vc escreve...
só de estarmos valorizando as letras,atravéz de blogs,nós estamos de certa forma cultuando a beleza interna...
O objetivo humano é alcançar a beleza sempre...Mas qual a beleza que devemos alcançar?

A beleza de Espírito...Sem dúvidas é a mais bonita,e duradoura...